Publicado em

Eu Vivo Num Universo Seguro

UNIVERSO SEGURO: Eu Vivo Num Universo Seguro

“… cada um de vocês, até certo ponto aqui ou ali, acredita que o universo não é seguro e, portanto, você deve estabelecer suas defesas contra ele.

“… a consciência unilateral, oficial com a qual você está familiarizado, diz:”O mundo não é seguro. Năo posso confiar nele. Tampouco posso confiar na condição de experiência, ou na condição de minha própria existência; nem posso confiar em mim mesmo. …

“Você tem uma civilização inteira e mundo estabelecidos sobre as crenças que acabei de lhes dar: que o universo não é seguro; que você deve defender-se de inimigos que vêm de fora e, pior de tudo, de inimigos que estão dentro.

“E assim você realmente se sente desconfortável, e estabelece suas barreiras, e corre o mais rápido possível, de qualquer maneira dada à você, daqueles inimigos que são o resultado de um tipo de consciência oficial unilateral.

“Enquanto você acreditar que você habita num universo que é uma ameaça, você [então] deve se defender contra isso. Enquanto você acreditar que o Eu é falho, e que sua raça é condenada e perversa, você [então] também deve se defender contra si mesmo e, assim, como você pode confiar na voz da psique? …

“Você tenta dizer,”O universo é seguro”, e então você assiste as notícias na televisão, ou lê seu jornal e diz: “Que mentira é essa? Como pode o universo ser seguro quando eu leio sobre assassinato por toda parte, guerra, trapaça e ganância? …

“O estágio de uma consciência unilateral foi necessário pela razão que Ruburt¹ deu [na Política Psíquica e Aventuras na Consciência]. Mas esse estágio continha dentro de si seu próprio ímpeto. Estabeleceu desafios que não poderiam ser resolvidos naquela fase da consciência, e isso automaticamente o levaria a outras vertentes da consciência. Só então essas contradições podem fazer sentido.

“Só então você pode dizer, individualmente — e ouçam, agora: “EU VIVO NUM UNIVERSO SEGURO”.”

Conversas com Seth, Vol. 2, Capítulo 12 [Seth através de Jane Roberts, traduzido por Chris C. Breault]

¹ Ruburt era como Seth chamava e se referia a Jane Roberts

Livros de Seth (em Inglês)

  1. Conversations with Seth, Book 1: 25th Anniversary Edition
  2. Conversations with Seth, Book 2: 25th Anniversary Edition (v. 2)
  3. The Early Sessions: Book 1 of The Seth Material (Seth, Seth Book.)
  4. A Seth Book: The Personal Sessions, Book 1 of the Deleted Seth Material (A Seth Book)
  5. A Seth Book the Personal Sessions Book Two of the Deleted Seth Material
  6. Seth Speaks: The Eternal Validity of the Soul
  7. The Nature of Personal Reality: Specific, Practical Techniques for Solving Everyday Problems and Enriching the Life You Know (Jane Roberts)
  8. The Nature of the Psyche: Its Human Expression (A Seth Book)
  9. The “Unknown” Reality, Vol. 1: A Seth Book
  10. The Individual and the Nature of Mass Events: A Seth Book (Roberts, Jane)
Publicado em

Is There A Santa Claus

Is There A Santa Claus

“Let me begin humorously by saying, “Yes, Virginia, there is a Santa Claus.” In the same way, yes, there is a God.

“The earth emerges. It is given, like a gift to you at your birth. It is there then like Santa Claus’s toys when you were a child; and you ask, who is the giver?

“The child accepts the Santa Claus answer for some years and then becomes disillusioned, realizing that the Santa Claus of Christmas tales is a myth. So in many ways the stories of a God are myths. But you are still left with a bag of toys on the one hand and the luxurious earth on the other, so the question still remains.

“My answer is that the myths in their own way try to hint at answers that are basically nonverbal, and at concepts that are themselves the fountainhead from which the earth and all existence springs.”

~ SETH – The Personal Sessions, Book 2, 1972.10.13

Seth’s Books

  1. Conversations with Seth, Book 1: 25th Anniversary Edition
  2. Conversations with Seth, Book 2: 25th Anniversary Edition (v. 2)
  3. The Early Sessions: Book 1 of The Seth Material (Seth, Seth Book.)
  4. A Seth Book: The Personal Sessions, Book 1 of the Deleted Seth Material (A Seth Book)
  5. A Seth Book the Personal Sessions Book Two of the Deleted Seth Material
  6. Seth Speaks: The Eternal Validity of the Soul
  7. The Nature of Personal Reality: Specific, Practical Techniques for Solving Everyday Problems and Enriching the Life You Know (Jane Roberts)
  8. The Nature of the Psyche: Its Human Expression (A Seth Book)
  9. The “Unknown” Reality, Vol. 1: A Seth Book
  10. The Individual and the Nature of Mass Events: A Seth Book (Roberts, Jane)
Publicado em

Existe Papai Noel?

Existe Papai Noel?

“Deixe-me começar humoradamente dizendo que, sim,  existe um Papai Noel. Da mesma maneira que, sim, existe um Deus.

“A terra emerge. Ela é dada, como um presente para você no seu nascimento. Eis lá então, como brinquedos de Papai Noel quando você era uma criança; e você pergunta, quem deu [o presente]?

“A criança aceita a resposta de [que é um] Papai Noel por alguns anos e então fica desiludida, percebendo que o Papai Noel dos contos de Natal é um mito. Assim, em muitos aspectos, as histórias de um Deus são mitos. Mas você ainda está com um saco de brinquedos, por um lado, e a luxuosa terra do outro, e assim a questão ainda permanece.

“Minha resposta é que os mitos, à sua maneira, tentam sugerir respostas que são basicamente não-verbais, e conceitos que são eles mesmos a fonte da qual brota a terra e toda a existência.”

~ SETH – As Sessões Pessoais, Livro 2, 1972.10.13 [Traduzido por Chris Chalréo Breault]

Livros de Seth

  1. Conversations with Seth, Book 1: 25th Anniversary Edition
  2. Conversations with Seth, Book 2: 25th Anniversary Edition (v. 2)
  3. The Early Sessions: Book 1 of The Seth Material (Seth, Seth Book.)
  4. A Seth Book: The Personal Sessions, Book 1 of the Deleted Seth Material (A Seth Book)
  5. A Seth Book the Personal Sessions Book Two of the Deleted Seth Material
Publicado em

Lei da Atração e Redenção Por Um Cristo Expiatório

Lei da Atração e Redenção Por Um Cristo Expiatório

“É este Eu-Interior, a partir do conhecimento maciço e do alcance ilimitado de sua consciência, que forma o mundo físico e fornece estímulos para manter o ego exterior constantemente no trabalho de ficar consciênte.

“É o Eu-Interior … que organiza, inicia, projeta e controla as unidades de energia eletromagnética das quais estamos falando, transformando energia em objetos, em matéria.”

~ Seth [Traduzido por Chris Chalréo Breault]

“O Eu-Interior é embarcado num empenho excitante, no qual ele aprende a traduzir sua realidade em termos físicos. A mente consciente é então brilhantemente sintonizada com a realidade física e, muitas vezes, tão deslumbrada com o que percebe que é tentada a pensar que os fenômenos físicos são uma causa, em vez de um resultado. As partes mais profundas do Eu sempre servem para lembrá-lo de que este não é o caso. [Mas] Quando a mente consciente aceita muitas crenças falsas, particularmente vendo esse Eu-Interior como um perigo, então fecha esses lembretes constantes. Quando esta situação surge, a mente consciente sente-se assaltada por uma realidade que parece maior do que ela mesma, sobre a qual ela não tem controle. O profundo sentimento de segurança em que deve estar ancorada é [então] perdido. As crenças falsas devem ser eliminadas para que a mente consciente possa novamente tornar-se consciente de sua fonte, e abrir-se aos disponíveis canais internos de esplendor e poder.”

~ Seth – A Natureza da Realidade Pessoal, Sessão 615 [Traduzido por Chris Chalréo Breault]

Links Pertinentes

Publicado em

You’re Not A Victim

You’re Not A Victim

“Amid the mad scramble, you DO make your own reality. I admit that this sounds too simple, but you will not be caught in an earthquake if you do not want to be; and no one dies who has not decided to do so.

“You make your own reality—or you do not. And if you do not, then you are everywhere a victim, and the universe must be an accidental mechanism appearing with no reason. So that the miraculous picture you have seen of your body came accidentally into creation, and out of some cosmic accident attained its miraculous complexity. And that body was formed so beautifully for no reason except to be a victim.

“That is the only other alternative to forming your own reality. You cannot have a universe in between. You have a universe formed WITH a reason, or a universe formed WITHOUT a reason. And in a universe of reason, there are no victims. Everything has a reason, or nothing has a reason.

“So—choose your side!”

Conversations with Seth, Vol. 2, Appendix Six

Seth’s Books

  1. Conversations with Seth, Book 1: 25th Anniversary Edition
  2. Conversations with Seth, Book 2: 25th Anniversary Edition (v. 2)
  3. The Early Sessions: Book 1 of The Seth Material (Seth, Seth Book.)
  4. A Seth Book: The Personal Sessions, Book 1 of the Deleted Seth Material (A Seth Book)
  5. A Seth Book the Personal Sessions Book Two of the Deleted Seth Material
  6. Seth Speaks: The Eternal Validity of the Soul
  7. The Nature of Personal Reality: Specific, Practical Techniques for Solving Everyday Problems and Enriching the Life You Know (Jane Roberts)
  8. The Nature of the Psyche: Its Human Expression (A Seth Book)
  9. The “Unknown” Reality, Vol. 1: A Seth Book
  10. The Individual and the Nature of Mass Events: A Seth Book (Roberts, Jane)
Publicado em

Você Não É Vítima

Você Não É Vítima

“Em meio à corrida louca, você FAZ a sua própria realidade. Eu admito que isso soa bastante simples, mas você não será pego num terremoto se você não quiser ser; e ninguém morre que não tenha decidido fazê-lo.

“Você faz a sua própria realidade — ou não. E se você não faz, então você é por toda parte uma vítima, e o universo deve ser um mecanismo acidental que aparece sem razão. De modo que a imagem miraculosa que você viu de seu corpo foi acidentalmente criada, e por algum acidente cósmico alcançou sua complexidade milagrosa. E esse corpo foi formado tão lindamente por nenhuma razão exceto para ser uma vítima.

“Essa é a única outra alternativa para formar sua própria realidade. Você não pode ter um universo no meio. Você tem um universo formado COM uma razão, ou um universo formado SEM uma razão. E em um universo de razão, não há vítimas. Tudo tem uma razão, ou nada tem um motivo.

“Então, escolha o seu lado!”

Conversas com Seth, Vol. 2, Apêndice Seis [Traduzido por Chris C. Breault]

Livros de Seth

  1. Conversations with Seth, Book 1: 25th Anniversary Edition
  2. Conversations with Seth, Book 2: 25th Anniversary Edition (v. 2)
  3. The Early Sessions: Book 1 of The Seth Material (Seth, Seth Book.)
  4. A Seth Book: The Personal Sessions, Book 1 of the Deleted Seth Material (A Seth Book)
  5. A Seth Book the Personal Sessions Book Two of the Deleted Seth Material
Publicado em

ReEncarnação, Karma e Lei da Atração – Parte 2

ReEncarnação, Karma e Lei da Atração - Parte 2

PERGUNTA:

Chris, gostaria de saber sua visão e opinião sobre a “Reencarnação“. Tenho visto alguns vídeos seus, acompanhado seu trabalho por meio do seu blog e vídeos no YouTube, e percebi que alguns temas abordados tem … [texto completo, e resposta, no vídeo]

Links Mencionados

O Que Acontece Após A Morte

Publicado em

Karma & Destino

Karma & Destino

“A idéia básica do karma não é punição. Karma apresenta a oportunidade para o desenvolvimento; para fazer uso de oportunidades que não foram aproveitadas, para preencher as lacunas da ignorância, para ampliar a compreensão através da experiência, para fazer o que deve ser feito.” ~ Seth [As Primeiras Sessões, Volume 8 – Sessão 388, Página 158]

Traduzido por Chris Chalréo Breault

Vídeos em Destaque

Publicado em

Como Atraimos Membros da Nossa Família

Como Atraimos Membros da Nossa Família

Eu gravei este vídeo em 9 de agosto de 2015. O assunto de destaque neste vídeo é sobre reencarnação e como está conectado aos princípios de Lei da Atração. O vídeo está sendo repostado como introdução ao tema “ReEncarnação, Karma e Lei da Atração” e serve como a parte 1.

Vídeo em Destaque

Karma & Destino

“A idéia básica do karma não é punição. Karma apresenta a oportunidade para o desenvolvimento; para fazer uso de oportunidades que não foram aproveitadas, para preencher as lacunas da ignorância, para ampliar a compreensão através da experiência, para fazer o que deve ser feito.” ~ Seth [As Primeiras Sessões, Volume 8 – Sessão 388, Página 158]

Traduzido por Chris Chalréo Breault

Publicado em

Nada É Um Acidente

Nada É Um Acidente

“… qualquer acidente, e isso se aplica a cada um de vocês, não é acidente. E sua experiência física não é acidental. Sua …” [texto completo e comentários no vídeo]

Produtos de Interesse